SPT (Standard Penetrator Test) e SPT-T (Standard Penetrator Test with Torsion)

Também conhecidos por sondagens à percussão ou de simples reconhecimento. Consistem num método de reconhecimento do subsolo com o objetivo de identificar as camadas de solo e fornecer um indicativo de resistência e consistência ou compacidade das camadas constituintes do terreno.
 
Durante a perfuração, a cada metro de avanço é feito um ensaio de cravação do amostrador no fundo do furo, para medir a resistência do solo e coletar amostras. Esse ensaio, denominado ensaio de penetração ou ensaio SPT, é feito com equipamento e procedimento padronizados no mundo todo, para permitir a correlação de seu resultado com a experiência consolidada de muitos estudos feitos no Brasil e no exterior. O ensaio é normatizado pela ABNT NBR 6484.
 
Durante o processo executivo, é cravado 45cm no solo um amostrador padrão através de golpes de uma massa metálica com peso e altura padronizados. No decorrer do ensaio coletam-se amostras a cada metro do terreno e mede-se o número de golpes necessários para fazer penetrar os últimos 30 cm do amostrador no fundo do furo, o chamado número Nspt. O número Nspt fornece um indicativo da resistência do solo e auxilia no dimensionamento e na definição do tipo de fundação mais adequada para uma edificação.
 
O ensaio SPT-T, além das informações que o ensaio SPT fornece, possibilita estimar a resistência ao cisalhamento do solo, pela aplicação do torquímetro durante o ensaio.

ENTRE EM CONTATO

    1. Enviar