serviços

Voltar
  • SPT (STANDARD PENETRATION TEST) e SPT-T (STANDARD PENETRATION TEST WITH TORSION)

    Também conhecidos por sondagens à percussão ou de simples reconhecimento. Consistem num método de reconhecimento do subsolo com o objetivo de identificar as camadas de solo e fornecer um indicativo de resistência e consistência ou compacidade das camadas constituintes do terreno.
     
    Durante a perfuração, a cada metro de avanço é feito um ensaio de cravação do amostrador no fundo do furo, para medir a resistência do solo e coletar amostras. Esse ensaio, denominado ensaio de penetração ou ensaio SPT, é feito com equipamento e procedimento padronizados no mundo todo, para permitir a correlação de seu resultado com a experiência consolidada de muitos estudos feitos no Brasil e no exterior. O ensaio é normatizado pela ABNT NBR 6484.
     
    Durante o processo executivo, é cravado 45cm no solo um amostrador padrão através de golpes de uma massa metálica com peso e altura padronizados. No decorrer do ensaio coletam-se amostras a cada metro do terreno e mede-se o número de golpes necessários para fazer penetrar os últimos 30 cm do amostrador no fundo do furo, o chamado número Nspt. O número Nspt fornece um indicativo da resistência do solo e auxilia no dimensionamento e na definição do tipo de fundação mais adequada para uma edificação.
     
    O ensaio SPT-T, além das informações que o ensaio SPT fornece, possibilita estimar a resistência ao cisalhamento do solo, pela aplicação do torquímetro durante o ensaio.
  • SONDAGEM ROTATIVA

    Sondagem utilizada quando é necessário vencer camadas de solo resistente, rochas, matacões e outros, com retirada de testemunhos e amostras destas camadas.
    Como resultado, obtém-se um indicativo de fraturas existentes e sua inclinação, o grau de recuperação – GR e o Índice de Qualidade da Rocha - RQD, que fornecem parâmetros das condições da rocha, primordiais para o desenvolvimento de um projeto geotécnico de fundação ou contenção que envolva maciços rochosos.
  • SONDAGEM À TRADO

    Trata-se de uma investigação geotécnica que utiliza um amostrador de solo constituído de um trado com lâminas cortantes, que podem ser em espiral ou tipo concha.
    É uma técnica utilizada para retirada de amostras deformadas do terreno, determinação da profundidade do nível d’agua e identificação da estratigrafia de pequenas profundidades do solo.
  • PENETRÔMETRO DINÂMICO LEVE E PESADO

    Trata-se de uma investigação geotécnica que tem por objetivo medir o esforço necessário para penetrar uma ponteira cônica no solo, através da queda livre de um martelo a partir de uma determinada altura, sobre uma cabeça de bater fixada às hastes que penetram no terreno. A partir do número de golpes necessários para cravar a ponteira metálica em uma extensão de solo (usualmente, 20cm), estima-se a resistência do terreno e correlaciona-se o resultado com o Nspt obtido em sondagem SPT para o mesmo terreno. Os penetrômetros dinâmicos podem ser do tipo leve, médio, pesado e ainda super-pesado.
R. Gil M. de Oliveira, 185 • Sta Lucia
Vitória/ES • 29.056-300
Tel.: (27) 3227.3815 • 3227.8143
Fax: (27) 3235.1067
stan@stan.eng.br
Copyright 2014 | Todos os direitos reservados. Produzido por: Aldabra - criação de website
Fechar